maio 24, 2010


A noite estrelada (Starry Night) – Van Gogh - 1888

Vagalumes em casa
Lâmpadas fluorescentes
Alumiam menos


Fireflies at home
Fluorescent lamps
Illuminate less


(Marilia Kubota)


Quetzalcoatl canta
Amuletos de madrepérola
Um Mojo bordado julga


Quetzalcoatl sings
Mother-of-pearl amulets
A woven Mojo judges


(Beto Palaio)


Breathe in their dance
Malady of peace and chaos
Starry Night serenade


Suspiro em sua dança
Moléstia de paz e caos
Canto da Noite Estrelada


(Jodi MacArthur)


Ocean of stars
caught in the sleeping
mermaid’s hair


Oceano de estrelas
capturados no sono
cabelos de sereia


(Grace Andreacchi)


florescem
árvores de lanternas
no meu jardim


flowering
lantern’s tree
in my garden


( Nydia Bonetti)


suas letras brilham
e ofuscam, vaga,
lumes...


his writing shine
and obscure, vague,
lights…


( Joe_Brazuca)


Infinitude em candeia
Serpentes auriazuis no
lusco-fusco da aldeia...


Perpetuity on lamp
Gold n´ blue snakes over
twilight in the parish...


(Lilly Falcão)


Stir me from a dream
to be awake, not asleep
beautiful nocturne


Mova-me de um sonho
para ficar acordada, bem desperta
Maravilhoso noturno


(Kristin Fouquet)


vejo a lua amarela
os azuis serpenteiam à sua volta
abaixo a cidade adormece


I see the yellow moon
blues meander around
below the city sleeps


(Daniela Baitala K)


midnight blue punctured
by the breath of god on his
two final heartbeats


azul da meia-noite perfurado
pelo sopro de Deus em suas
duas palpitações finais


(Aleathia Drehmer)


stars churned
to milky way
moon drips silent


estrelas se apressam
rumo à via láctea
a lua pinga silêncios


(Maryse Dumas)


liquid night
the star tide washes
into morning


Noite líquida
A maré de estrelas lava
Até a manhã


(Jim Benz)


Decúbito frontal ao som da noite
Olhos abertos, atentos, estrelas
Olhos fechados, seu cheiro, loucura


Departing to the sound of night
Eyes open, watchful, stars
Eyes closed, your smell, madness


(Marcela Ohana)


manto negro, o palco abre-se
pássaro na dança da Vênus
serpente de turbulentos pensamentos


black shroud, the stage opens
Bird in the dance of Venus
Snake of turbulent thoughts


(Ines Lempek)


Lua, estrelas –
místicos raios de luz
no escuro azul.


Moon, stars –
mystical light rays
in dark blue


(Betty Vern)


estrelas salvam
os olhos
do invisível


star rescue
the eyes
on invisible


(Dade Amorim)


Corpos emplumados
Águias, pumas e serpentes
Procuram Montezuma


Feathered bodies
Eagles, cougars and snakes
Seek Montezuma


( Neuzza Pinhero)

8 comentários:

BETO PALAIO disse...

You can bring your Haiku as a comment, after that we´ll translate and post it (as a choice the e-mail address is at the page)

você pode colocar seu Haicái aqui, como um comentário, depois o traduziremos e postamos. (se preferir o e-mail está na página).

Nydia Bonetti disse...

florescem
árvores de lanternas
no meu jardim

:)

Joe_Brazuca disse...

suas letras brilham
e ofuscam, vaga,
lumes...


(linkei-te...)

Jodi MacArthur disse...

Beautiful work, as always. All these haiku are magical. Van Gough is a wonderful inspiration.

Lilly Falcão disse...

Infinitude em candeias
Serpentes auriazuis
no lusco-fusco da aldeia



;)

betty disse...

Lua, estrelas –
místicos raios de luz
no escuro azul.

dade amorim disse...

estrelas salvam
os olhos
do invisível

Neuzza Pinhero disse...

Corpos emplumados

Águias, pumas e serpentes

Procuram Montezuma